Antes do relato do delegado, as informações preliminares eram de que o rapaz havia caído da varanda do apartamento. Na verdade, ele caiu da janela do banheiro, que nesta residência é mais extensa e mais baixa do que o habitual. “A perícia já foi feita e temos dez dias para receber o laudo. Estamos apurando e trabalhando com a linha de acidente”, afirmou Edézio Ramos.

O delegado confirmou que João Pedro Braga ,18 anos ,tinha uma patologia que causava crises convulsivas, mas de acordo com o delegado, que ainda não é possível relacionar a doença com o acidente. O prazo para a conclusão do inquérito é de 30 dias.

João Pedro será velado na noite deste sábado na sede do Fluminense, no bairro de Laranjeiras, zona sul do Rio. O velório será fechado, apenas para os familiares e amigos. O clube decretou luto oficial de três dias.

Abel Braga comandou o treino do time neste sábado e, após saber do ocorrido, não viajou com o elenco para Campinas, palco do jogo diante da Ponte Preta, marcado para este domingo. A pedido da diretoria do Fluminense, a CBF adiou a partida, remarcada para o dia 9 de agosto.

Fonte : Estadão 

Responder