Um segundo homem, de 21 anos, foi preso neste sábado à noite por seu suposto envolvimento no ataque terrorista com uma bomba caseira que deixou 29 feridos na sexta-feira na estação de metrô Parsons Green.

Na manhã do sábado um primeiro suspeito, de 18 anos, havia sido detido na região do porto de Dover. A nova prisão ocorreu em Hounslow, na periferia de Londres.

O suspeito foi levado provisoriamente a uma delegacia da capital britânica, onde continuava sob custódia na manhã deste domingo.

A polícia realizou pelo menos uma busca, numa residência em Sunbury-on-Thames, em Surrey, no Sudeste da Inglaterra. As autoridades já falaram com cerca de 100 testemunhas e examinaram mais de 180 vídeos e fotografias na tentativa de esclarecer o que houve em Parsons Green. A explosão de uma bomba caseira, assumida pelo grupo terrorista Estado Islâmico, provocou ferimentos em 29 pessoas e levou o Governo de Theresa May a elevar ao máximo o nível de alerta antiterrorista.

Por Patricia Cassemiro

Responder