Olá minhas Divas Marombas,

O final do ano está chegando e esse é um período de grande diversidade de pensamentos. Para alguns, tempo de refletir como foi o decorrer de seu ano e como o próximo pode ser melhor; para outros, tempo de meditação, agradecimento e pedidos as suas crenças religiosas; para a maioria, tempo de comilança, desejos de prosperidade e assim por diante.

Mas não importa qual seja seu seguimento, certamente há algo fortemente inserido a essa época: os hábitos alimentares modificados.

Se por um lado, a maioria das pessoas decide “chutar o balde” e consumir de maneira desregrada tantos alimentos, por outro até mesmo o mais regrado em dieta sofre ao tentar mantê-la nesse período e não consegue por completo pela ausência de mercados e comércios abertos, ou mesmo pela vontade de comer algo diferente.

Mas não queremos prejudicar o que construímos o ano todo, não é mesmo? Seríamos injustos com nós mesmos destruir em uma semana o que levamos um ano inteiro para conquistar.

Portanto, hoje, conheceremos algumas pequenas e simples dicas as quais podem grandemente auxiliar na manutenção dietética durante a fase de fim de ano.

Salada antes das principais refeições

É fato que entre uma salada e um pedaço de peru assado, a maioria opte mesmo pelo peru. Claro que não há grande mal nisso, mas que tal mesclar ambos?

Consuma a salada antes do prato principal, seja ele qual for. Isso o manterá em uma saciedade prévia, fazendo-o não perder o prazer em consumir os alimentos calóricos e muito menos não fazendo-o sair com fome ou sensação de “quero mais”.

A inserção de saladas prévias à refeição ainda possui efeitos como a melhora no controle glicêmico da refeição (em especial para as que possuem doces e frutas), fornece vitaminas, minerais e são, se bem preparadas, alimentos extremamente saborosos. “ (fonte internet)

Churrasco, uma boa opção

Se há um “prato” que nunca falta nas festas do brasileiro é o bom e velho churrasco. E, entre os tantos pratos que temos nessas comemorações de final de ano, ele é um dos mais interessantes.

Obviamente, se você puder fugir de opções, como linguiças e embutidos, pedaços gordos de picanha, coxas e sobrecoxas de galinha e outros, certamente você terá uma bela fonte proteica e extremamente saborosa. O queijo coalho hoje também é uma boa opção, podendo inclusive ser encontrado nas versões light.

Evite frutas secas e consuma oleaginosas

Apesar de extremamente saborosas e típicas, as frutas secas, como o damasco e as uvas passas, possuem altos teores de açúcares simples, baixo teor de fibras alimentares e podem incrementar calorias desnecessárias com as combinações que já costumam ser altamente energéticas.

De outro lado, “as oleaginosas são ótimas opções: alto teor de lipídios insaturados, ricas em fibras, vitaminas e minerais. Auxiliarão no controle glicêmico da refeição e possuem ótimo sabor.” (fonte internet)

Portanto, não é necessário NÃO consumir frutas seca, mas sim evita-las. E NÃO é liberado comer oleaginosas em excesso, mas sim de maneira equilibrada.

Conclusão:

Com pequenas dicas, fica fácil aproveitar e otimizar as dietas no final de ano, fazendo-as não destruir os ganhos que tanto almejamos no decorrer do ano e fazendo com que iniciemos um ano sem grandes culpas e sem necessidades de promessas devido aos prejuízos decorridos dessas últimas semanas.

Seja equilibrado e busque alternativas sempre.

Lembre-se que seu corpo é resultado do que sua mente deseja fazer!

Bons treinos e um ótimas festas para todas vocês Divas Marombas.

Por Sheylla Alencar

Responder