Politicando

Politicando

Marcelo Rocha é jornalista há 31 anos. Já trabalhou nas emissoras de Televisão no Piauí, TV Clube, TV Antena 10, TV Meio Norte, TV Antares e TV Delta. Foi diretor-geral da TV Delta e Costa Norte, na cidade de Parnaíba. Já esteve nos jornais, O DIA e Meio Norte. Já fez programas radiofônicos na rádios Pioneira AM e Difusora AM, em Teresina. Atualmente, apresenta um programa na Jockey FM e é jornalista e colunista no jornal Diário do Povo.

Professores e servidores da saúde protestam em frente ao Karnak

Por Manoel José

Em manifestação realizada hoje pela manhã, coordenadores da ADCESP e diretores Diretório Central dos Estudantes da UESPI – DCE UESPI Livre, cobraram melhorias para a Universidade, valorização dos docentes e assistência estudantil. A manifestação aconteceu na frente do Palácio de Karnak, sede do poder executivo estadual. Em seguida, os manifestantes saíram pelas ruas do centro da cidade.

Além dos estudantes, servidores da saúde também participaram. Os docentes da UESPI já acumulam quase 5 anos sem reajuste Salarial e as perdas inflacionárias ultrapassam a margem dos 33%. Nesse mesmo período, o salário mínimo e o piso nacional do magistério tiveram incrementos de quase 30%. Outras categorias estaduais também receberam reajuste, mas os docentes da única instituição de ensino superior custeada pelo Estado ainda convivem com o descaso do governo de Wellington Dias (PT).

Atualmente quase 150 docentes estão com processo de implantação de Progressão, Promoção e Mudança de regime de trabalho atrasadas, parte deles, com atrasos desde julho de 2017.

“O objetivo é pressionar para que o Governador receba uma comissão de professores e estudantes para debater sobre os graves problemas enfrentados pela UESPI. Vieram professores e estudantes também do interior, onde a situação é ainda mais complicada que na capital”, afirmou a coordenadora geral da ADCESP, Rosângela Assunção.

fonte;Parlamento Piaui

Luciano acusa Wellington de tratar a educação com irresponsabilidade

O pré-candidato a governador do Piauí, deputado estadual Luciano Nunes (PSDB), declarou que o governador Wellington Dias tem tratado a educação com irresponsabilidade. A afirmação foi dada, em Parnaíba, neste final de semana, durante o seminário “O Piauí Pode Dar Certo”. O evento aconteceu no auditório do Porto das Barcas.

O deputado tucano afirmou que ainda há crianças que não assistiram aula no interior do Piauí. “É inadmissível chegarmos quase ao final de maio e termos crianças que ainda não assistiram um dia de aula esse ano porque o Governo do Estado não tem feito o pagamento do transporte escolar, sem contar na falta de respeito e de valorização aos professores”, afirmou Luciano Nunes.

O parlamentar estadual falou para os participantes do seminário “O Piauí Pode Dar Certo” que defende causas contra o desgoverno atual. Segundo ele, o caos não está instalado somente na educação e saúde. Para ele, a segurança pública se tornou um dos principais problemas a ser resolvido no Piauí. Segundo Luciano Nunes, a segurança pública está completamente sucateada.

“A lei que define o efetivo da Policia Civil fixa em 3.700 homens e hoje temos só 1.600 homens na ativa. Na Policia Militar não é diferente, a lei é da década de 90 e fixa em 10 mil policiais o efetivo e hoje temos pouco mais de 5.500 homens na rua. Andar pelas delegacias é ver o abandono da segurança pública. Em Parnaíba, que tinha academia de policia, o governo se encarregou de fechar. A bandidagem está solta e os homens e mulheres de bem trancados dentro de casa”, afirmou.

A importância de uma gestão transparente para a melhoria e desenvolvimento do Estado foi lembrada pelo pré-candidato tucano a governador do Piauí. Segundo Luciano Nunes, é necessário que trate o “Estado com honestidade, espírito público, transparência, compartilhando as decisões, otimizando os recursos públicos, e só se faz isso com parcerias, sensibilidade, planejamento estratégico. Precisamos de geração de emprego e renda, identificar as potencialidades de cada região e criar infraestrutura para a produção, seja ela agrícola, de produção ou de serviços”.

O seminário em Parnaíba abrangeu os municípios do polo Planície Litorânea. Os municípios de Piripiri, Bom Jesus, Paulistana e Floriano já receberam a atividade. Receberão ainda os seminários os municípios de São Raimundo Nonato (polo Serra da Capivara; Uruçuí (polo Tabuleiro do Alto Parnaíba); Teresina (polo Entre Rios); Campo Maior (polo Carnaubais); Valença (polo vale do Sambito); Picos (polo Rio Guaribas) e Oeiras (polo Vale do Canidé).

fonte;Parlamento Piauí

Pré-candidato ao governo do estado, Luciano Nunes, vai a Brasília em busca de apoios políticos.

O deputado estadual e pré-candidato a governador do Piauí, Luciano Nunes (PSDB), esteve em Brasília, nesta quarta-feira, fazendo visitas políticas ao senador Elmano Férrer (Podemos) e o presidente nacional do SESI e vice-presidente estadual do MDB, ex-ministro João Henrique Sousa.

Na visita ao presidente nacional do SESI, Luciano Nunes conversou com sobre as políticas nacional e estadual. Na oportunidade, João Henrique Sousa levou o pré-candidato tucano ao governo estadual para conhecer as dependências da sede da instituição.

João Henrique Sousa havia colocado o nome para ser o candidato do MDB ao Governo do Piauí. Porém, após uma reunião com as lideranças da legenda, ele abriu mão da candidatura. João Henrique Sousa informou que foi convidado para coordenar a candidatura do MDB para a Presidência da República.

Luciano Nunes esteve, ainda, com o senador Elmano Férrer no gabinete do senador do Piauí. Os dois tiveram uma conversa, segundo o senador, uma “conversa sobre o estado do Piauí”. Férrer declarou que “foi um encontro para debatermos a atual situação e possibilidades no universo da política”.

 

Prefeitura de Teresina vai decretar estado de calamidade pública

Durante visita às áreas alagadas da cidade, nesta quinta-feira(12), o prefeito Firmino Filho anunciou que vai decretar estado de calamidade pública. Atualmente, há na capital cerca de 250 famílias desabrigadas devido às fortes chuvas que caíram recentemente. Com o decreto, as ações emergenciais e ajuda a essas pessoas acontecerá de forma mais célere.

 

Em Teresina, desde o início do período chuvoso, órgãos como Defesa Civil Municipal e Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizam o monitoramento constante das áreas de risco e prestam auxílio para as famílias desses locais.

Somente nos dez primeiros dias de abril, a Defesa Civil Municipal de Teresina atendeu 59 pessoas em situação de risco.  Para tratar a respeito do assunto, Firmino Filho se reuniu esta semana, em Brasília, com o secretário nacional de Defesa Civil, Newton Ramlow. A reunião foi agendada pelo ex-secretário de Saneamento Ambiental do Mnistério das Cidades, Henrique Pires, que também participou do encontro.

Na ocasião, o Ministério da Integração Nacional, que possui experiência em combate a desastres naturais, se disponibilizou a ajudar os desabrigados com kits humanitários. “Na oportunidade, nós mostramos todas as características de Teresina e as dificuldades que estamos tendo agora com as chuvas intensas e concentradas na cidade”, disse Firmino.

Após a reunião, o próximo passo será protocolar todas as necessidades da cidade de Teresina, durante este período chuvoso, junto ao Ministério da Integração Nacional. De acordo Érick Amorim, coordenador do escritório da Prefeitura em Brasília, o documento será encaminhado nos próximos dias.

 

 

fonte;Parlamento Piauí

Wellington e Themístocles se reúnem mas não revelam a pauta do encontro

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), não dirigiu os trabalhos no legislativo piauiense na manhã desta quinta-feira, dia 12. Themístocles Filho teve um importante encontro e uma necessária reunião. Ele fez uma visita ao governador Wellington Dias (PT), na residência oficial.

Integrantes do MDB consideram que o governador Wellington Dias está, há dois meses, empurrando a definição da vaga de vice para a legenda. O partido quer o nome de Themístocles Filho garantido para a vaga de vice e que o governador confirme pela própria boca.

Após a reunião entre os dois, o deputado emedebista almoçou com os deputados João Mádison e Zé Santana, ambos do MDB, em um restaurante na zona Leste de Teresina. O local é bem familiar aos emedebistas. O filho de João Mádison é proprietário do estabelecimento.

Entretanto, nenhum dos três revelaram o que foi, de fato, conversado entre Wellington Dias e Themístocles Filho. Os outros deputados estaduais emedebistas Pablo Santos, Severo Eulálio e Liziê Coelho não participaram do almoço. Os três tinham viajado para o interior do Estado.

 

fonte;Parlamento Piaui

Governadores se mobilizam para desbloquear recursos do Fundo de Participação

Governadores de todo o país se mobilizam para desbloquear recursos da ordem de R$ 21 bilhões oriundos do Fundo de Participação dos estados e municípios. O bloqueio indevido foi detectado por membros do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) da Secretaria de Fazenda de Minas Gerais. Os governadores estiveram reunidos, em Brasília, nesta segunda-feira (9) para traçar estratégias de recuperação destes recursos.

“Em um momento de crise e grande dificuldade econômica, essa retenção é a redução do repasse no momento em que os estados e municípios estão sufocados. Por essa razão, o Piauí aderiu ao movimento encabeçado por Minas Gerais. Todos os estados brasileiros estão caminhando nesta direção e esperamos que haja uma reposição”, explica Wellington Dias.

Dias visitou o gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, para dialogar e garantir que a Constituição seja cumprida, no que diz respeito ao repasse destes recursos obrigatórios.

De acordo com o chefe do executivo piauiense, a partir do Fórum dos Procuradores e Secretários de Fazenda, os estados irão adotar novas medidas para evitar situações semelhantes e garantir os recursos existentes. “Para se ter uma ideia, este montante equivale o valor da repatriação, algo em torno de R$ 300 milhões. Por essa razão, priorizamos para ser tratado com toda urgência”, pontua o governador.

 

fonte; Parlamento Piauí

Vereadores mudam o sobrenome para Lula da Silva

Sete vereadores de Teresina mudaram os sobre nomes para Lula da Silva. No painel de votação, desta quarta-feira(11), era possível ver a alteração. Segundo os parlamentares, a troca dos nomes é uma demonstração de apoio ao ex-presidente Lula, que está preso na Polícia Federal, em Curitiba.

Os vereadores que mudaram o sobrenome foram: Cida Santiago (PHS), Deolindo Moura (PT), Edilberto Dudu (PT), Enzo Samuel (PC do B), Gustavo Gaioso (PTC), Jeová Alencar (PSDB) e Zé Nito (MDB).

O vereador Dudu do PT lembrou que o movimento de apoio a Lula é suprapartidário. Para o parlamentar do PC do B, Enzo Samuel,  a intenção é ficar com o nome de Lula da Silva por tempo indeterminado.

O presidente da Câmara de Teresina, Jeová Alencar, mesmo sendo Tucano, declarou estar em defesa e solidário ao ex-presidente Lula.

“É uma maneira simbólica de se manifestar contra as injustiças que estão acontecendo, ao nosso ver, com o presidente Lula. Nós estamos enterrando a Constituição”, afirmou Jeová Alencar.

Por Marcelo Rocha

Se não for candidato, Firmino Filho afirma apoiar Luciano Nunes para governador

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), anunciou hoje que, se não for candidato a governador do Piauí, irá apoiar o deputado tucano Luciano Nunes nas eleições de novembro para assumir o Palácio de Karnak. Firmino Filho declarou que até amanhã, a tarde, irá definir se pretende disputar ou não o governo do Piauí. Ele afirmou que a possibilidade de ser candidato é pequena.

Firmino Filho anunciou, também, que apoia o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, colega de partido, para a disputa para presidente do Brasil. Segundo ele, com a situação em que se encontra atualmente o país, o colega tucano paulista tem a melhores condições de ser o presidente do Brasil.

O prefeito de Teresina lembrou que o PSDB piauiense sempre participou das eleições estaduais e este não irá apresentar, mais uma vez, um candidato ao governo. Ele deixou claro que o deputado estadual Luciano Nunes vai ter o seu apoio político nas eleições de novembro. Isso, se ele não decidir ser o candidato do PSDB.

Sobre o apoio que irá dar a sua esposa, Luci Silveira (Progressistas), Firmino Filho fez questão de lembrar que ela saiu do PSDB a mais de um ano. E lembrou, ainda, que ninguém havia falado nada. Somente agora é que comentam.

Comentou ainda a saída do sobrinho e deputado estadual, Firmino Paulo, que foi para o Progressistas. Para o prefeito teresinense, a opção do sobrinho foi devido a avaliação eleitoral para disputar e ganhar. Disse ainda que Firmino Paulo tem CPF, RG e nome próprios e responde suas ações.

 

 

fonte:Parlamentopiaui

Governo atrasa mais uma vez pagamento e famílias ameaçam fechar BR em protesto

O Governo do Estado atrasou mais uma vez o pagamento da indenização das famílias vítimas do rompimento da Barragem de Algodões, em Cocal da Estação (280 quilômetros ao norte de Teresina). Desesperadas e sem ter a quem recorrer, as famílias ameaçam fechar a BR-343, que liga Teresina ao litoral do Estado, e vir a Teresina para fazer protesto em frente ao Palácio de Karnak.

O deputado Marden Menezes (PSDB) foi um dos organizadores da criação da Associação da Vitimas e Amigos da Barragem de Algodões (Avaba). O parlamentar tucano vitmas do rompimento da barragem. Segundo ele, havia uma pensão alimentícia e foi retirada por causa do repasse das indenizações mensais para as contas das famílias.

Para Marden Menezes, essa questão mostra a critica situação do Estado sem ter recursos e seriedade para cumprir um acordo firmado com as vitimas da barragem de Algodões e a Justiça. Ele aguarda a decisão das famílias e dará total apoio as vitimas. E espera que o governo estadual corrija esse erro, que vem acontecendo todos os meses.

O pagamento é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Assistência e Social e Cidadania (SASC). O rompimento da Barragem de Algodões ocorreu em maio de 2009, matando dez pessoas e destruindo casas, plantações e animais em Cocal e em Buriti dos Lopes. O pagamento da indenização foi acertado entre o Governo do Estado e a Associação das Vítimas e Amigos da Barragem de Algodões, com a intermediação do Tribunal de Justiça.

O valor da indenização foi fixado em R$ 60 milhões, dividido em 30 parcelas de R$ 2 milhões, a serem pagas no dia 25 de cada mês. Segundo o presidente da Avaba, professor José Corsino Medeiros, até ontem a parcela de março não tinha sido paga. “As famílias estão desesperadas, sem saber o que fazer, porque dependem quase que exclusivamente desse dinheiro e fazem seus compromissados confiados no governo”, diz ele.

Corsino lembra que o atraso gera desobediência e pode resultar em processo de crime de improbidade administrativa e bloqueio das contas do Estado, além de multa de R$ 5 mil por dia ao gestor da SASC e ao governador.

 

Firmino Paulo e Wilson Brandão se filiam no Progressistas

Os deputados estaduais Firmino Paulo e Wilson Brandão se filiaram ao Progressistas nesta sexta-feira, dia 6, durante a solenidade de filiações do partido na Associação Piauiense de Municípios (APPM), no bairro Vermelha, em Teresina.

O deputado Firmino Paulo deixou o PSDB na semana passada. Já, o parlamentar Wilson Brandão saiu do PSD, legenda pelo qual foi eleito o mais votado com mais de 63 mil votos.

O deputado Firmino Paulo chega a nova sigla partidária já conhecendo alguns filiados, como o ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, e a sua tia, Luci Silveira, esposa do prefeito de Teresina, Firmino Filho.

O Progressistas conta agora com uma lista forte de pré-candidatos a deputado estadual. Além de Wilson Brandão e Firmino Paulo, a legenda conta com os nomes dos deputados Júlio Arcoverde e Hélio Isaias e os suplentes de deputado Belê Medeiros e B. Sá. Ainda tem os nomes de Luci Silveira e, há possibilidade, da vice-governadora Margarete Coelho ser candidata a deputada estadual.

Recent Posts