O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) montado neste sábado (03) pela Secretaria de Segurança Pública no Corso do Zé Pereira de Teresina constatou que 2018 foi um dos anos mais seguros para os foliões. A segurança foi garantida com a presença de helicóptero, câmeras de monitoramento, drones, 33 viaturas, 22 motocicletas e 15 cavalos. Além de 20 elevados da Polícia Militar com 20 policiais em cada.

O secretário de Segurança, deputado federal licenciado Capitão Fábio Abreu, exaltou a integração necessária para execução e planejamento do evento. “Nós observamos a distribuição do efetivo dentro do percurso que foi muito boa, por isso temos um dos corsos mais tranquilos da história. Enaltecemos a integração das instituições, bombeiros, polícia civil, militar, guarda municipal, e a prefeitura, que tem sido uma grande parceira nesse trabalho realizado”, relatou.

Apenas 13 boletins de ocorrência foram registrados por furtos, 01 por roubo, 01 por documento perdido e 01 por som alto. 5 armas brancas foram apreendidas e 3 simulacros de arma de fogo. O coordenador do CICC, Cap. Audivam Nunes, garantiu que as expectativas foram alcançadas. “Foi tudo tranquilo, tudo na perfeita ordem. Temos câmeras monitorando toda a ação que acontece do início ao final da avenida e drones espalhados que capturam imagens e mandam para o CICC poder assegurar a tranquilidade do evento”, afirmou.

O delegado geral da polícia civil, Riedel Batista, observou o preparo para a realização do CICC. “O objetivo do Centro Integrado foi principalmente ter um centro de referência para que todas as pessoas que vierem ao corso possam, por algum motivo como perda de documento ou furto, registrar seu boletim de ocorrência no próprio evento. Começamos o trabalho de planejamento há um mês e ele só finalizou com a dispersão para dar segurança e tranquilidade ao folião”.

A vice-governadora do estado, Margarete Coelho, visitou o Centro Integrado e elogiou a segurança do evento. “A SSP está preparadíssima, dando um show, porque nós temos um controle via aéreo, com heicóptero, drones, câmeras em todo o trajeto do desfile, bombeiros, delegadas da mulher para que o assédio sexual seja coibido. O CICC está aqui para que o cidadão e a cidadã possam brincar com tranquilidade e aproveitar o corso, que é essa festa linda, festa de alegria, para que ela não termine em tristeza para ninguém”, concluiu.

fonte; Parlamento Piauí

Responder