A Polícia Federal deixou bem claro que a Operação Pastor, que prendeu ex-prefeito, empresários e secretários municipais, não parou ainda. Muita gente passou a noite sem dormir. As informações revelam que mais pessoas ligadas a ex-prefeitos e políticos piauienses podem receber visita dos homens de camisa preta e letras amarelas nas costas.

Responder