Dando sequência a sua visita ao Piauí Lula cumpriu na manha de hoje (02) agenda em Picos. O ex presidente participou de um ato em defesa do empreendedorismo e mais emprego na Casa Apis, bairro Pantanal, construída durante a gestão petista para apoiar os pequenos produtores de mel da região e em seguida participou de solenidade onde foi homenageado por varias Cooperativas e Sindicatos e recebeu o Título de Cidadania Picoense, honraria proposta pelo vereador Wellington Dantas (PT).

O vereador justificou a proposição do Título, afirmando ser um reconhecimento a tudo que Lula fez pela população picoense quando presidente da república , principalmente no tocante a educação e moradia, através do “Programa Minha Casa, Minha Vida” , da expansão da UFPI – Campus Senador Helvídio Nunes de Barros e da construção do IFPI.

Para marcar esta data , foi feito o descerramento de uma placa comemorativa, pela visita de Lula a Picos, e pelas realizações feitas pelo ex presidente no município .

Durante a solenidade Lula fez o batismo simbólico da Brigada da Juventude Camponesa Marisa Letícia. A homenagem foi proposta pela professora Francisca, que faz parte da Coordenação Nacional do MPA e é Coordenadora do Coletivo Estadual de Juventude. Ela afirmou que o nome não foi escolhido apenas porque dona Marisa era esposa de Lula , mas pela historia de luta de Marisa Letícia nos movimentos sociais.

Lula abonou ainda  a ficha de filiação ao PT de Alexandre Ramos, um jovem graduado em Sistema de Informação pela UFPI  que após um discurso inflamado entregou o seu diploma de graduação a Lula , reconhecendo-o como um dos responsáveis pela sua formação acadêmica .

Caravanas de cerca de 15 Municípios da região vieram prestigiar Lula em sua visita a Picos, além das autoridades e lideranças politicas locais e estaduais. Após as falas do dos deputados Assis Carvalho e Rejane Dias , da senadora Regina Sousa e do governador Wellington Dias, o momento mais esperado pelos presentes, a fala do ex presidente Lula.

Ao iniciar seu discurso Lula agradeceu o título de cidadania picoense e se sensibilizou com a população debaixo de um sol causticante.

Lembrou seus esforços no sentido de democratizar e expandir a Educação e a Economia. “A economia brasileira era feita para 35% da população, 65% estava fora , o pequeno produtor, a dona de casa, o pequeno empreendedor estavam fora, ou seja ,as pessoas de um poder aquisitivo menor não tinham acesso sequer ao que comer , quando nós inventamos o ” fome zero” que depois virou o bolsa família, a gente queria garantir que cada dona de casa pudesse ter o minimo necessário para levar pra casa para comer,não era possível que uma criança fosse dormir com fome e acordasse no dia seguinte sem ter o que comer.”

Falou sobre a seca nordeste e os programas viáveis para convivência com a estiagem.”Ninguém é obrigado a morrer por conta da seca é possível construir politicas para se conviver com ela , e uma delas nos provamos fazendo um milhão e duzentas mil cisternas que garantiu que as pessoas pudessem ter água necessária para beber e começamos a fazer a transposição do São Francisco.”

O ex-presidente também criticou as políticas do governo Temer , especialmente a reforma da Previdência que deve prejudicar a população que sobrevive da agricultura familiar.

Lula finalizou seu discurso afirmando que tem muito carinho pelo governador Wellington Dias e pelo povo piauiense.

 

Responder