Após 15 dias fechada a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio, em Pio IX, foi reaberta na noite dessa terça-feira, 22 de agosto. O fechamento das portas da igreja com o cancelamento do festejo de 2017 se deu por conta de um impasse entre a Prefeitura Municipal e a Igreja Católica .

A Celebração Eucarística foi presidida pelo bispo diocesano , Dom Plínio José da Luz e concelebrada pelos padres da Diocese . Teve início na capela de São Miguel com um momento penitencial seguido de procissão pelas ruas da cidade em direção à igreja matriz, onde o bispo presidiu o ato de reabertura do templo religioso possibilitando aos fiéis o livre acesso ao interior da Igreja de Nossa Senhora do Patrocínio.  Local, da conclusão do rito penitencial com aspersão de água benta sobre o altar, as paredes da igreja e do povo reunido na Assembleia Litúrgica.

O ato celebrativo é equiparado ao de instalação de uma paróquia. Na Diocese de Picos é a primeira vez que acontece isso. Dom Plínio diz também que é a primeira vez que preside uma celebração dessa natureza “Foi a primeira vez na minha vida. Em 32 anos de sacerdócio nunca tinha feito uma celebração assim, mas o melhor jeito de fazer essa reparação seria celebrando esse ato penitencial, que tem um  diferencial porque nós nos colocamos todos diante de Deus como pecadores. Aqueles que nos ofenderam também nos colocamos juntos deles para que Deus perdoe a nós todos e assim possamos crescer como povo de Deus”, disse.

Em gesto de solidariedade milhares de pessoas das diversas paróquias e áreas pastorais, leigos e leigas das mais diversas comunidades de Pio IX e oriundas de outras comunidades participaram do ato. Para o pároco da paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio, Pe. Francisco Antônio Feitosa, receber tantas representações das comunidades mostra como a Igreja é realmente o corpo místico de Cristo “…onde um dos seus membros sofre toda a Igreja sofre. O que sentimos agora é o aconchego, a acolhida de toda a comunidade que vem nos abraçar. Queremos continuar os nossos projetos, com o nosso trabalho, graças a Deus as comunidades continuam animadas, embora tristes com o que aconteceu, mas dizer que a gente continua o trabalho com muita alegria, com muito ardor”.

Toda a cerimônia teve caráter penitencial, pedindo a reparação das ofensas feitas contra Cristo, contra sua Santíssima Mãe, Nossa Senhora do Patrocínio e contra a Igreja Católica.

Fonte: dp15.com

Responder