O secretário estadual de Segurança Pública, deputado Fábio Abreu (PTB), não vai à Brasília votar no processo de autorização para o STJ julgar Michel Temer. Fábio Abreu considera que o deputado-suplente que está lhe substituindo saberá atender o desejo da população piauiense e votar corretamente.

Responder