Segundo o Centro Pro-Natura de Aletsch (maior geleira da Europa – 23 km, 128 km a mais de 4.000 m de altitude), entre 1905 e 2005, a temperatura aumentou de 0.74°C em média no mundo.  A geleira de Aletsch na Suiça, inscrita em 2001 no patrimônio mundial da UNESCO, perde anualmente 50 metros de comprimento.

Geleira de Aletsch na Suíça. Foto: Fenicelugano, via pixabay.

No início, a geleira diminuía lentamente porém, há alguns anos, a temperatura intensifica-se constantemente acelerando essa diminuição. Contrariamente ao que pensa o atual presidente dos EUA, os climatólogos afirmam que o homem modifica o clima com a emissão de gases com efeito estufa, principalmente o CO2 e o metano. As consequências são terríveis para o planeta: temperaturas mais elevadas, aumento do nível dos oceanos, ecossistema perturbado colocando em risco a vida de animais e vegetais, etc. Como o homem é a origem do problema, ele deve agir para diminuir esse estrago.

Os alpes Suíços revelam a olho nu os danos já feitos. A diminuição da cobertura nevosa dos alpes tem sido observada há mais de 50 anos e os estudos científicos mostram que as geleiras perderam 1/3 de superfície desde 1950. Os especialistas em climatologia afirmam que a neve vai retirar-se de 150m a cada aumentação de 1°C da Terra. A perda de neve nas montanhas vai acelerar o aquecimento e o solo montanhoso vai absorver cada vez mais os raios solares na sua superfície. A neve vai transformar-se em chuva, o que já vem acontecendo, e poderá provocar quedas de rochas,  muita lama além de causar múltiplos problemas para a agricultura e a pesca. Sem contar que as geleiras representam 70% da água doce do planeta e essa reserva diminui a cada ano que passa.

Foto: Jenna Colledan.

O que um simples cidadão poderia fazer para diminuir o efeito estufa no mundo? É muito difícil mudar o funcionamento de toda uma sociedade. Entre a consumação  de energias fósseis e a desflorestação, muita coisa poderia ainda ser feita no nível político. Porém, o cidadão consciente de sua responsabilidade pessoal, pode encontrar várias maneiras de contribuir a deixar o planeta em bom estado para as gerações futuras.

Dez dicas do que podemos fazer individualmente:

1. Consumir frutas e verduras produzidas localmente

2. Apagar as luzes nos cômodos inocupados

3. Optar pelo papel reciclado

4. Não deixar aparelhos elétricos em ‘stand by’

5. Praticar a Eco-condução

6. Colocar uma tampa nas panelas quando cozinhamos

7. Escolher lâmpadas LED

8. Reciclar objetos

9. Escolher a temperatura mais baixa possível da máquina de lavar roupas

10. Eliminar o gelo do freezer para diminuir a consumo de energia.

A Suíça, consciente de sua responsabilidade social e da importância de frear a emissão dos gases de efeito estufa e conseqüentemente  a diminuição das geleiras, confirmou no dia 07.06.2017, sua posição de empenhar-se em reduzir de 50% até 2030 a emissão desses gases. Um exemplo claro desta determinação, é o fato de que cada lar paga sua taxa de lixo de acordo com o número de ocupantes. Em algumas cidades, coletores de lixo possuem até uma balança para pesar os sacos. Sem contar que o próprio saco de lixo já é taxado, o que induz cada cidadão a refletir no que colocará lá dentro. Quanto mais pesado estiver o saco de lixo, mais caro ele irá custar.

A ideia é essa: Poluir ou não, você escolhe, é sua responsabilidade. E você? Antes que nossas reservas de água doce acabem-se, não acha que é tempo de pensar na sua responsabilidade com o nosso planeta?

Por Jenna Colledan

1 comentário

Responder