O Governo Wellington Dias desviou cerca de 200 milhões de reais dos empréstimos consignados dos servidores públicos estaduais no ano passado e nos quatro meses deste ano. A denúncia foi feita pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios (DEM). O parlamentar disse, ainda, que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) tem todos as informações e um relatório pronto e não publica essa ação criminosa da administração estadual.

Os deputados da oposição se reuniram na tarde desta segunda-feira, dia 7, para analisar a questão. Os parlamentares decidiram que nesta terça-feira irão falar com o presidente do Tribunal de Contas do Estado Conselheiro Olavo Rebelo. Eles querem saber por que o TCE não divulgou ainda esse relatório que foi preparado pelos técnicos do casa.

Robert Rios considera que os desvios dos empréstimos consignados feito pelos funcionários públicos é mais grave do que as irregularidades da prestação de contas do empréstimo de R$ 307 milhões feito com Caixa Econômica Federal. Rios quer saber porque o relatório do TCE ainda não foi divulgado e quem está segurando esse documento dentro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Desde o ano passado que muitos funcionários do Estado estão recebendo cobranças dos bancos que lhes emprestaram dinheiro de forma consignada. O servidor recebe o recurso emprestado e autoriza ser descontado na folha de pagamento. O desconto esta sendo feito pelo Governo Wellington Dias, porém o dinheiro não é repassado para a instituição financeira. E quem fica devendo o banco é o funcionário.

 

fonte; Parlamento Piauí

Responder