O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), e o secretário municipal de Saúde, Sílvio Mendes (PP), tiveram seus direitos políticos suspensos por 3 anos. A sentença é do juiz da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública, Aderson Antonio Brito Nogueira. Ele julgou uma ação de improbidade administrativa, apresentada pelo Ministério Público do Piauí, por realizar contratações irregulares de servidores. O advogado Carlos Yuri Araújo de Moraes, responsável pela defesa de Firmino Filho e Sílvio Mendes, declarou que irá ingressar com recurso de Embargo de Declaração hoje, para mudar essa sentença. Carlos Yuri considera que pode ter sido um equivoco do Juiz de Direito a decisão da sentença.

por Marcelo Rocha

Responder