O município de Picos sediou na manhã desta sexta-feira (04) o “I Movimento Municipalista” da região, com prefeitos municipais do centro-sul do Piauí. Na ocasião, foi criada oficialmente a Associação dos Municípios do Vale do Itaim (AMVI) e  reativada a Associação dos Municípios da Microrregião de Picos (AMPICOS).

Com o tema “Pauta Municipalista: União e Fortalecimento”, o evento contou com o apoio da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Governo do Estado do Piauí e Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O encontro aconteceu no Centro de Treinamento Diocesano – CTD.

O prefeito Renato, de São Luis do Piauí, um dos organizadores do evento, destaca que o objetivo é promover a união e o fortalecimento do movimento municipalista regional, oportunizando melhorias para as cidades.

“Durante o evento prefeitos e assessores tiveram acesso a temas como previdência dos municípios, ampliação de receita, modelo de gestão, consórcios intermunicipais, incremento na arrecadação municipal, dentre outros. Foi muito proveitoso”, observa.

O deputado Júlio Cesar prestigiou o evento classificando-o como uma importante maneira dos prefeitos se integrarem às causas nacionais. “Com a crise houve um grande desequilíbrio entre receitas e despesas, aumentando as dificuldades para os prefeitos e prefeitas. Fui prefeito e defendemos permanentemente os prefeitos do Piauí e do Brasil”, enfatiza.

Diretoria da APPM participa de criação da AMVI e reativação da AMPICOS

O presidente da APPM, Gil Carlos e o vice-presidente da entidade municipalista, Jonas Moura, além de prefeitos e autoridades da região, participaram do encontro e da instauração das duas entidades.

“Promover a união dos municípios e o fortalecimento das gestões é uma das nossas bandeiras. Vemos com bons olhos a criação de associações por microrregião, acreditando que este é o caminho para a consolidação de políticas e diretrizes concretas, que atendam diretamente as peculiaridades de cada uma. A APPM dará o suporte necessário para que todas se fortaleçam e tenham o respaldo necessário”, relata Jonas Moura.

O presidente da APPM acrescenta que o objetivo é ter 12 associações territoriais coincidindo com os territórios de desenvolvimento do Piauí, pois existem as singularidades e prioridades de cada região, integrando assim o desenvolvimento regional.

“Necessitamos de alternativas locais, de boas práticas de gestão de modo a otimizar a aplicação dos recursos públicos, consequentemente melhorando os serviços públicos e promovendo o desenvolvimento econômico para potencializar o setor primário, que na região de Picos é representado pelo mel, o caju, a ovinocaprinocultura, além do setor de serviços. Devemos nos unir para que assim consigamos superar a crise gerando emprego e renda”, conclui Gil Carlos.

Foram ratificados os nomes dos prefeitos Toninho, de Caridade, e Edilson Brito, de Vila Nova do Piauí, como presidente e vice-presidente da Associação dos Municípios do Vale do Itaim (AMVI). Já a Associação dos Municípios da Microrregião de Picos (AMPICOS) ainda elegerá sua nova diretoria.

 

Responder