A professora Oneide Rocha esta na cidade de Quezon City, nas Filipinas, onde participou  do 3° EIL – Encontro Internacional de Leigos – que compartilham o carisma e espiritualidade de Santa Cândida Maria de Jesus. A Santa fundadora da Congregação das Filhas de Jesus, que têm sua missão na Diocese de Picos desde 1994.

O encontro aconteceu entre os dias 26 de janeiro a 31 de Janeiro. Representantes de dez  países ,de todos os continentes, participaram do encontro. Foram 137 leigos e 30 irmãs, dentre elas ,a Madre Geral da Congregação das Filhas de Jesus, Maria Inez. De acordo com a Madre Geral ,” a reflexão de cada um dos irmãos que compartilharam conosco as suas considerações, cada um dos testemunhos, as experiências e sentimentos vivenciados nesses dias, aqui em Filipinas, ampliaram nossa consciência e conhecimento acerca da Missão Compartilhada. Percebemos mais claramente o caminho já percorrido, e os passos que ainda faltam ser dados.  Retornamos para nossos países com a certeza de que há muito o que caminhar, no entanto,  animados e com a certeza de que o caminho é belo e que não estamos sozinhos”, comentou a Madre.

No total foram 9 representantes do Brasil, sendo 6 pessoas de São Paulo , 2 pessoas de Minas Gerais e 1 pessoa do Piauí, mais especificamente de Picos, a Professora Oneide Rocha, representando os Missionários Madre Cândida do Nordeste.(MMC)

Oneide Rocha foi uma das palestrantes do Evento e falou para uma Assembleia composta por pessoas de 10 países, sobre sua missão e trabalho como cristã leiga na Igreja e na Sociedade. No dia 29 de janeiro, ela fez uma participação especial no EIL, com o seu depoimento sobre o tema: “Missão compartilhada, um testemunho sobre minha missão de leiga na Igreja e na sociedade.” Acompanhe um pouco do Depoimento da Professora Oneide Rocha. “Estamos convivendo com muitas línguas, mas o Espírito de Deus une a todos no compromisso de construir uma sociedade nova com desenvolvimento sustentável,inclusão social de acordo com os valores evangélicos.
Hoje visitamos as obras sociais que trabalham com os mais necessitados. A pobreza aqui é grande. Está a olhos vistos por onde a gente passa.
Ontem visitamos outras obras sociais que atendem: deficientes de todas as idades, mulheres violentadas e sujeitas ao tráfico internacional de mulheres,crianças abandonadas e etc.
É um trabalho de profundo amor e serviço no sentido de resgatar a vida. É a dignidade daqueles e daquelas que se encontram em situação de extrema vulnerabilidade sem família e abandonados.
Diante destas situações fazemos um confronto com a nossa vida digna e sentimos cada vez mais o compromisso de nos colocar a serviço da vida para todos, mas principalmente, em favor dos mais pobres, conforme o desejo da Madre Cândida.
‘Onde não há lugar para os pobres, não há lugar para mim.’ Assim finalizou sua fala Oneide Rocha, que completou dizendo que na dimensão política entre outros aspectos “fiz referência à crise política, o golpe sem crime de responsabilidade, seus desdobramentos e as artimanhas para impedir Lula de ser Presidente. O povo das Filipinas é alegre, acolhedor, mas sofre com a exclusão social. Imaginem 50 pesos filipinos, vale 1 dólar.”

O Primeiro EIL (1º encontro Internacional de Leigos), aconteceu em 2006, em Salamanca,na Espanha. O Segundo EIL aconteceu em 2012 aqui no Brasil, em Belo Horizonte e agora de 26 a 31 de janeiro, o Terceiro EIL nas Filipinas.

O encontro tem o objetivo de promover uma interação maior entre leigos e religiosos  numa  missão compartilhada de evangelização, para que Juntos igreja e sociedade, possam propiciar aos Cristãos um encontro com Jesus, que leve a um crescimento  espiritual e de vivência cristã.

Por Edilene Ramos

Responder