Os professores da rede estadual ameaçam entrar em greve novamente. A categoria afirma que não recebeu o reajuste salarial acordado para o mês de maio. O movimento grevista foi suspenso no dia 12 de março, após uma reunião entre as partes no Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

Na época, ficou acordado que os professores, aposentados e funcionários de escolas receberiam o reajuste este mês, mas segundo Paulina Almeida, presidente do Sindicato dos Professores e Funcionários (Sinte-PI), o acréscimo não veio no contra-cheque. Por isso, desde segunda-feira (28/05), a entidade convoca os profissionais para discutir a retomada da greve.

“O governador desrespeitou Justiça, a categoria e a sociedade piauiense. Por isso, há uma necessidade de retomarmos a greve até que o governador cumpra o acordo judicial”, disse ao OitoMeia.

No dia 07 de junho, que será uma quinta-feira, a categoria vai se reunir em Assembleia Geral para discutir o não pagamento e o movimento grevista. De acordo com a presidente, caso a maioria queira retomar a greve, os professores só voltariam no segundo semestre do ano se o reajuste for pago. “Só retornaremos ao período letivo quando o governador pagar o reajuste para todos os trabalhadores em educação”, finalizou Paulina Almeida.

 

Fonte: Oito Meia

6

Responder