A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffman, esteve em Teresina, na tarde de ontem (11) onde reafirmou a candidatura do ex-presidente Lula. Segundo ela, Lula garantiu que está mais empolgado que nunca e que sabe da importância da militância durante os dias que antecedem o registro da candidatura.

“O presidente Lula me disse que após esses 125 dias em que ele está preso, só aumenta a vontade dele de ajudar o povo brasileiro. Ele me disse que lembra bem o que dizia dona Lindú, sua mãe, para que ele fosse resistente, que não desistisse, pois sempre dava certo, e está dando certo”, destacou a senadora.

O ex-prefeito de São Paulo e vice na chapa encabeçada por Lula, Fernando Haddad, não esteve presente. Apesar de ter sido anunciada sua vinda, o petista não pode comparecer devido agenda política.

Foto: Manoel José

O evento organizado pela Juventude do PT, aconteceu na Vila Irmã Dulce, na zona Sul de Teresina. Lá, centenas de petistas, e integrantes do PC do B, como o ex-deputado federal Osmar Júnior, do PTC, o vereador Ítalo Barros e do PCO, a professora Lourdes Melo, se fizeram presentes.

Em um dos discursos mais enfáticos, o deputado federal Marcelo Castro (MDB), pré-candidato ao Senado, chamou o juiz Sérgio Moro de estúpido. A fala se deu quando o deputado lembrava que Lula foi condenado sem ter provas concretas. “Moro é um estúpido. Não há provas contra o presidente Lula”, disse Marcelo Castro.

O governador Wellington Dias também discursou e lembrou da ex-deputada federal Francisca Trindade, um dos maiores ícones do PT do Piauí. “Lembro bem da luta da companheira Trindade. Uma vez viemos aqui, ainda era desabitado, no começo da ocupação, e só tinha seguranças armados impedindo a entrada das pessoas, eu era vereador à época. Tivemos que vir acompanhados de Dom Miguel Fenelon Câmara”, lembrou o governador.

A presidente da Juventude petista no Piauí, Marina, moradora da Vila Irmã Dulce, também destacou os avanços sociais conquistados ao longo das gestões do PT, tanto em nível estadual quanto federal.

“Lembro muito bem, que quando chegamos aqui andávamos quilômetros em busca de água, com lata na cabeça. Não tínhamos casa e morávamos sem condição alguma. A primeira visita do presidente Lula, em 2002, foi aqui. Ele veio com o governador Wellington Dias e prometeu casa para nós. Fomos agraciados com os programas sociais e conseguimos nossas casas, água encanada e energia elétrica”, disse Marina.

O pré-candidato a vice-presidente de Lula, Fernando Haddad não veio participar do evento no Piauí.

fonte;parlamentopiaui

Responder