(Equipe da Porto PI e da Receita visitam local das futuras instalações do Redex)

A cidade de Picos se prepara para receber um Recinto Especial para Despacho Aduaneiro de Exportação (Redex), que é uma opção para o desembaraço de mercadorias em áreas localizadas em zona secundária e não-alfandegados.

O local das futuras instalações do projeto foi visitado no início desta semana pelo presidente da Companhia de Terminais Alfandegados do Piauí (Porto PI), Ted Wilson. Com equipe da compahia, o presidente acompanhou de perto a vistoria do terreno realizada pelo fiscal-chefe de Aduana da Receita Federal do Piauí, Carlos Eduardo.

De acordo com avaliações do profissional da Receita, a área é excelente para a execução do projeto. “É uma região com grande potencial, com perspectivas de crescimento e muitas demandas. Algo que mais tarde poderá se tornar um Centro Logístico Aduaneiro (Clia) ou até mesmo um Porto Seco”, destacou o técnico.

Ainda durante a visita, um engenheiro do Instituto de Terras do Piauí (Interpi) fez todo o reconhecimento do espaço, e realizou o trabalho de localização por satélite, traçando os pontos e a linhas principais da área plana que receberá as empresas.

Fonte: CCOM Piauí

Responder