O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), anunciou hoje que, se não for candidato a governador do Piauí, irá apoiar o deputado tucano Luciano Nunes nas eleições de novembro para assumir o Palácio de Karnak. Firmino Filho declarou que até amanhã, a tarde, irá definir se pretende disputar ou não o governo do Piauí. Ele afirmou que a possibilidade de ser candidato é pequena.

Firmino Filho anunciou, também, que apoia o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, colega de partido, para a disputa para presidente do Brasil. Segundo ele, com a situação em que se encontra atualmente o país, o colega tucano paulista tem a melhores condições de ser o presidente do Brasil.

O prefeito de Teresina lembrou que o PSDB piauiense sempre participou das eleições estaduais e este não irá apresentar, mais uma vez, um candidato ao governo. Ele deixou claro que o deputado estadual Luciano Nunes vai ter o seu apoio político nas eleições de novembro. Isso, se ele não decidir ser o candidato do PSDB.

Sobre o apoio que irá dar a sua esposa, Luci Silveira (Progressistas), Firmino Filho fez questão de lembrar que ela saiu do PSDB a mais de um ano. E lembrou, ainda, que ninguém havia falado nada. Somente agora é que comentam.

Comentou ainda a saída do sobrinho e deputado estadual, Firmino Paulo, que foi para o Progressistas. Para o prefeito teresinense, a opção do sobrinho foi devido a avaliação eleitoral para disputar e ganhar. Disse ainda que Firmino Paulo tem CPF, RG e nome próprios e responde suas ações.

 

 

fonte:Parlamentopiaui

Responder