A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deste ano encerrou nesta sexta, 9 de junho. No Piauí aproximadamente 555 mil pessoas se vacinaram, atingindo 80% de cobertura vacinal.

O Estado Recebeu do Ministério da Saúde 884.300 doses da vacina. As vacinas utilizadas nas campanhas nacionais são trivalentes, seguras e sua composição é determinada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A Secretaria de Estado da Saúde havia solicitado ao Ministério da Saúde mais doses da vacina contra a gripe, para que pudesse ampliar a imunização para toda a população durante a campanha, além dos grupos prioritários, porém não houve resposta afirmativa. Com 80% de cobertura vacinal, o Piauí tem quantitativo insuficiente de doses para atender toda a população.

Porem ,os municípios que ainda tiverem doses de vacina contra influenza em seu estoque, poderão imunizar a população fora dos grupos prioritários. “Tivemos ontem a finalização da vacinação para o público alvo, e a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí está orientando os municípios que a partir de segunda-feira (12), as secretarias de saúde municipais poderão, dentro dos seus limites de estoque, vacinar a qualquer cidadão, mesmo não sendo do público alvo”, declarou o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

A exemplo de anos anteriores , o publico alvo da campanha são indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, professores das escolas públicas e privadas.

Dentro dos grupos do público vacinal previsto para o Piauí, foram vacinados contra a Influenza: 72,65 % das crianças, 94,28 % dos trabalhadores de saúde, 68,2 % das gestantes, 75,57% das puérperas, 83,36% dos idosos e 68,54 % dos professores.

A Secretaria de Saúde continua alertando  sobre alguns cuidados que a população deve tomar, como o cuidado e limpeza com as mãos que deve ser feita várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca sempre ao tossir e espirrar, evitar levar a mão ao rosto, para diminuir o contato com as gotículas de saliva, evitar compartilhar objetos de uso pessoal, bem como passar muito tempo em locais com grandes aglomerados de pessoas.

Fonte: Ascom

Responder