Você já parou para pensar que as vezes não é que as palavras sejam duras, mas sim a forma como a dizemos ou ouvimos ?
Por quantas vezes alguém nos criticou, chamou nossa atenção, ou falou algo duro, mas se manifestou de uma forma delicada e soube manusear as palavras, e acabou que ficou tudo bem. Mas também quem já não se aborreceu em ouvir uma simples bobagem? pelo simples fato que alguém não soube falar, e acabou sendo indelicado, e você não se doeu nem foi pelas palavras, mas pela forma como elas foram ditas.
Isso é coisa já da natureza humana, somos falhos, um dia muito sensíveis e no outro muito indelicados, e não é necessariamente dupla personalidade, apenas temos dias ruins e difíceis. É por isso, que precisamos aprender a não levar tudo ao pé da letra, e ao mesmo tempo saber como agir, falar com aqueles que nos rodeiam, pois as vezes queremos até ajudar, mas acabamos magoando ou parecendo que estamos de má vontade.
Precisamos policiar nossas palavras e não cobrar tanta perfeição das pessoas, pois assim como você, elas também estão em processo de aperfeiçoamento. Não imagine que todos os 365 do ano seus amigos, colegas, estarão sorrindo, de brincadeira, pois haverá dias que terá mal humor, sensibilidade demais, e cabe a nós julgar? Jamais! Pois também temos dias assim. Cabe a nós entender, falar no momento certo, e se calar no momento adequado.
Precisamos parar no meio desse mundo agitado e olhar com amor para os nossos, parar de tirar conclusões precipitadas e passar a perguntar o que tá havendo, abraçar, dá um apoio, falar do amor e da graça de Deus.
Passamos tanto tempo justificando nossas falhas, que esquecemos de entender mais os nossos irmãos. Passamos tanto tempo dizendo que ninguém se importa com a gente, que esquecemos de perguntar como nossos amigos estão. Passamos tanto tempo julgando o erro das pessoas, que esquecemos de apontar pra elas a solução. Passamos tanto tempo falando que as pessoas não nos abraça, que esquecemos de  abraçar.
Não podemos cobrar aquilo que não damos. Por isso, plante compreensão e colherá aprendizado. Plante amor e não colherás julgo.

Por Ana Júlia

Responder